segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Ana

Também conheço uma Ana tipo tempestade do IPMA.
Só é pena que não emita os avisos coloridos quando tem os seus assomos birrentos. 

domingo, 10 de dezembro de 2017

Filho da puta

Metido num canto do pátio, com as rajadas de vento a atirarem a chuva em todas as direcções, o cãozinho fica sempre fora de casa.
Que interessa se tem medo, porque nunca teve ninguém a transmitir-lhe a segurança de que precisava? 
Mas até pode ser que o filho da puta tenha reforçado a dose de produto (farmacêutico?) que faz o cãozinho ficar imóvel, morto para o mundo (e para o filho da puta, talvez, que descanso que é...), durante a noite toda e até ao final da tarde do dia seguinte.
Talvez fique acompanhado, embora apenas por memórias que nenhum ser humano poderá decifrar e que talvez sejam de quando estava, com os irmãos, junto ao corpo quente e tranquilizador da mãe.

sábado, 9 de dezembro de 2017

Filho da puta


O ser vivo de que ele é "dono" não tem um ambiente de escuridão, ou de penumbra, para dormir de noite.
No seu horizonte de visão está sujeito a luzes feéricas, de várias cores, que se vão acendendo e apagando sempre.
Por cima da cabeça também tem luzes que piscam, nomeadamente uma, muita forte, que também se acende e se apaga.
É uma tortura, reiterada, quotidiana, exercida com a maior das crueldades.
Faz-me lembrar as "experiências" dos médicos nazis nos campos de concentração.




quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Filho da puta

«o pequeno
filho da puta
tem uma pequena
visão das coisas
e mostra em
tudo quanto faz
e diz
que é mesmo
o pequeno
filho da puta.
no entanto,
o pequeno filho da puta
tem orgulho
em ser
o pequeno filho da puta.
(...)
o pequeno filho da puta vê
com bons olhos
o engrandecimento
do grande filho da puta:
o pequeno filho da puta
o pequeno senhor
Sujeito Serviçal
Simples Sobejo
ou seja,
o pequeno filho da puta.»

Alberto Pimenta, "Discurso sobre o Filho-da-Puta", 1977

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

"Mort sur le Tage": "a descoberta do ano"


Os leitores da livraria Page et Plume, de Limoges, gostaram do meu "Mort sur le Tage" que foi declarado "a descoberta do ano".
Não posso deixar de estar grato à editora Chandeigne, de Paris, que em boa hora, e por sua própria iniciativa, ressuscitou com esta tradução o meu primeiro "Ulianov" ("Ulianov e o Diabo". Com sorte, talvez possamos ir mais longe.

Filho da puta

O cão, pequeno e magro, não tem direito a entrar em casa.
Parece que esteve doente e o certo é que agora passa grande parte do dia (e nem se ouve à noite) a dormir, como se estivesse anestesiado. Talvez por isso passou de uma espécie de anexo para a beira da porta de entrada. Mas sempre ao relento, em noites alumiadas por luzes diversas e agora por iluminações foleiras de Natal, de dezenas de lâmpadas intermitentes, num canto onde nunca fica suficientemente escuro para o descanso nocturno.
O gajo que é "dono" veio cá fora, há pouco, para ir buscar lenha para se aquecer, e à mulher. Por duas vezes. Nem um olhar deitou para o cão, ou para o sítio onde ele possa estar.
No exterior devem estar 3 ou 4 graus.


*

Os meus cães dormem, à noite, dentro de casa. Têm plena liberdade de circulação entre o exterior (com vedação) da propriedade e o interior da casa durante o dia. (E nunca andam por fora, quando há circulação de carros no exterior.) É como se sentem melhor.
E as casas limpam-se, mesmo quando não se tem criada três ou quatro vezes por semana.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Notas de prova


Quinta do Penedo - Tinto 2012 - DOC Dão
Touriga Nacional (70%) e Alfrocheiro (30%)
Sociedade Agrícola e Comercial dos Vinhos Messias (Mealhada)
12% vol.
(Bebido no restaurante Naco na Pedra)
Bom!

CTT, "Jornal das Caldas" - quem faz pior?

O "Jornal das Caldas", um dos dois semanários de Caldas da Rainha, sai à quarta-feira. Houve uma altura em que chegava aos assinantes nesse mesmo dia. 
Quando deixou de chegar, telefonei a perguntar o que se passava. Responderam-me, despreocupadamente, que já tinham cor e que por isso o jornal só chegaria aos assinantes à quinta-feira. 
Na semana passada, não chegou na quinta-feira. Sexta-feira foi feriado. Sábado e domingo, pois. E chegou hoje.
Cinco dias depois? Foi embrulhado, como veio, directamente para o lixo.



segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Notas de prova


Pioneiro  Tinto 2015 — Regional Península de Setúbal
Castelão, Aragonês e Syrah
Venâncio da Costa Lima, Quinta do Anjo — Intermarché 
13,5% vol.
Muito bom. 

Notas de prova

Vinhas da Rainha  Tinto 2013 — Regional Península de Setúbal
Castelão e Aragonês
Venâncio da Costa Lima, Quinta do Anjo — Intermarché 
13,5% vol.
Muito bom.